terça-feira, 29 de agosto de 2017

planos para o quarto deles

Há quanto tempo não conversamos sobre a minha casa em construção? 

A verdade é que entrou em hibernação durante mais um tempo, pois eu, nada satisfeita com o pedreiro que por lá andou queria outro, mas estava difícil de encontrar. 

Esta semana temos progressos novamente. Na verdade, falta muito pouco, mas vai-se arrastando. Está quase tudo pronto, só temos mesmo que prestar atenção a alguns detalhes e a seguir, pintar o resto das divisões e vem a parte mais divertida - pelo menos para mim - que é decorar. Mas antes de tudo isso, ainda estamos à espera do canalizador para um problema que apareceu entretanto. 

Tive tempo de sobra para pensar e repensar o que quero. E cheguei a algumas conclusões. 
Vamos por divisões? Hoje conto-vos os meus planos para o quarto dos miúdos. 

A casa é pequena. Por enquanto, muito pequena, como já referi antes. Queremos, mais tarde, aumentar para cima com mais dois quartos e uma casa de banho. Mas, a divisão mais pequena de todas é mesmo o quarto dos miúdos. 

É mesmo um tiny room e muito ponderei se não deveríamos trocar com eles. No entanto a minha cama não cabe nesse quarto, e não a queremos deixar no apartamento, por isso fomos para a frente com a ideia estapafúrdia (que é!) de enfiar dois miúdos num quarto de 2,5 m x 1,90m 

Nem imaginam as pesquisas que já fiz, e as voltas que dei à cabeça para conseguir que o quarto fosse no mínimo funcional. No apartamento noto como passam pouco tempo a brincar no quarto. Preferem sempre a sala, ou a cozinha, ou o meu espaço de trabalho... ou seja, preferem a nossa companhia a brincar sozinhos no quarto, e a casa nova vai ter a vantagem do espaço aberto da cozinha-sala. 

Tenho feito uns desenhos a tentar arranjar forma de encaixar tudo e acho que cheguei lá. O IKEA será o meu melhor aliado nesta tarefa. Gosto deles pelas imensas soluções para quem como eu, tem falta de espaço. Então, acompanhem-me, sim?! 

Neste pequeno espaço, vou conseguir inserir: duas cómodas de 3 gavetas, uma estante para brinquedos (que fará as vezes de escada ao mesmo tempo), duas camas, um baú e um "roupeiro". 

Como? 

Assim: 


Não dá para perceber muito bem como vai caber tudo ai, não é? Eu vou tentar mostrar melhor... 



Toda esta disposição partiu da minha cisma em aproveitar o espaço o melhor possível. Toda a gente me disse para colocar um beliche na parede mais comprida (a da frente quando entramos), mas eu sempre achei que seria melhor aproveitar a do lado, que tem 1,90 m de comprimento. A cama deles tem 1,94 m, não cabe, e os beliches que temos encontrado não têm menos de 2 m. Não sobrava espaço no quarto para mais nada. 

Inspirada pelos compactos (que aqui tão pouco seriam solução) lembrei-me de colocar as camas diretamente presas nas paredes. E já agora aproveitar o espaço que sobrava por baixo, em vez de as deixar à altura dita normal. Primeiro pensei em fazer os estrados à medida, mas depois lembrei-me das camas Sniglar, e pensei em adaptá-las.

do  IKEA

Ainda não decidi quanto à camas, se adapto se faço de raiz a base, mas vou com certeza, aproveitar os colchões mais pequenos destas de certeza, pois têm 1,60 m de comprimento e ainda me sobra espaço para colocar uma cabeceira (a decidir depois como/qual) para cada um. Debaixo das camas penso colocar duas cómodas, e a Askvoll pareceu-me ser a que ia mais de encontro ao que pretendia, pois dá à justa para colocar duas, uma para cada um. 


do IKEA 

O espaço livre que sobra debaixo da cama, é o suficiente para encostar um móvel para arrumação, brinquedos mais provavelmente. A ideia é colocar o Trofast, para servir também de escada para acesso às camas, e que ficaria encostado às mesmas, na parede logo em frente da porta. 

do IKEA
A minha primeira ideia era colocar umas rodinhas, para poder desviar este móvel e ter acesso a arrumação debaixo da cama também, uma vez que sobra algum atrás e ao lado das cómodas. Ai seria o sítio ideal para guardar aquelas coisas que ocupam imenso espaço que não estão a uso, como por exemplo, a imensidão de roupas de um e de outro que tenho em sacos e caixas porque ainda não lhes serve. 

No entanto, uma vez que quero que sirva como escada, receio que se possa tornar perigoso colocar as rodas. Depois, pensei que poderia colocar as ditas nas cómodas, mas isso vai deixá-las um pouco mais altas, o que implica colocar as camas mais altas também e não me agrada a ideia, ainda assim, não seria muito e a segurança seria maior. 

Para terminar, no canto que sobra na parede da frente, uns 70 cm estou a ponderar colocar um baú que já temos cá em casa, para a roupa de cama dos miúdos, almofadas, etc. E por cima, pendurado no teto, um cabideiro suspenso


algo assim

daqui
ou assim 
daqui

2 comentários:

  1. É uma boa ideia, a das camas suspensas.
    Eu também não gosto de beliches, por isso no quarto dos meus rpazes mandei fazer duas camas daquelas de fechar. Se foi mais caro? Muito, mas tudo para fugir a beliches.
    Depois mostra o resultado.
    Bjks

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu até gosto de beliches, só que não cabe neste quarto. lol pelo menos não na parede que eu quero. Tb pensei nessas camas, mas acho melhor assim.
      Claro que depois vou mostrando tudo... mas já sabes, vai devagarinho.
      bjs

      Eliminar