sábado, 24 de dezembro de 2016

Ho Ho Ho Feliz Natal


E que tal um pouquinho de humor neste dia? Já conhecia esta imagem e voltei a deparar-me com ela enquanto procurava por mensagens fofinhas de Natal. Digam lá, esta tem muita mais piada, não tem?! 

Desejo-vos um ótimo Natal a todos! Que seja passado em companhia dos que mais gostam, com alegria e que possam fazer desses momentos memórias que vos acompanhem sempre. 

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Preparando o Natal: Prendas

Hoje já é dia 20, e eu que andava tão feliz porque já tinha tudo tão bem encaminhado a nível de prendas, e achava que era este ano que conseguia ter tudo pronto uma semana antes do dia de Natal. Porém os miúdos adoeceram e deram-me cabo dos planos. As prendas que queria fazer, e até algumas que estavam praticamente acabadas, ficaram a meio caminho. Ainda não consegui meter mão nelas. 

As que queria comprar, ficaram por comprar porque não consegui sair de casa. Mas também não é um grande drama. Eu costumo optar por prendas low cost. Já pensei em deixar de dar prendas aos adultos, e só mesmo às crianças, mas eu gosto tanto de dar um miminho que seja àqueles de quem gosto e me são mais próximos. 

Este ano, optei por um Natal ainda mais low cost. Temos planos para passar o Ano Novo fora, e os tostões estão guardados para esse fim. As prendas, desta vez, são mais um mimo, uma forma de dizer a certas pessoas que me são queridas. 

Para a maior parte das crianças fiz compras aproveitando os primeiros descontos, logo em Outubro ou Novembro - já nem me lembro. Também aproveitei uma visita à Tiger - que não tenho aqui muito perto. Eles têm coisas super engraçadas e a preços em conta para os miúdos. Acima de tudo acho-os bastante originais. 

Para os adultos não comprei nada, ou muito pouco vá. Foi uma espécie de compras em casa. A verdade é que temos tantas coisas, por estrear, por abrir, por vezes durante imenso tempo, e que nunca vamos usar. Eu dei uma volta pela casa, vi e revi coisas que tinha por estrear e que sei que o mais certo é nunca tocar nelas. 

Depois, pensei se seriam úteis a alguma das pessoas da minha lista, tirei as minhas conclusões e separei algumas coisas. Uma garrafa de vinho de 2004 - nós não bebemos vinho. Mini garrafas de martini, que vou usar num kit com queijo que também já comprei. Um perfume de homem e outro de mulher. Uma pochete mais porta moedas ainda dentro do plástico. Uma caixa (joalheiro) que usei para fazer um kit de chá. 

Também fiz algumas prendas, para aquelas pessoas a quem só queria oferecer uma lembrancinha, fiz sabonetes artesanais e  também quero fazer ainda bolachas com a minha miúda. Fiz algumas peças de roupa. Hoje comprei mais algumas coisinhas, tudo mais simbólico que outra coisa, e sempre que possível, optei por coisas consumíveis, para criarem o mínimo de tralha em casa dos outros. 

Consegui mandar a maior parte dos postais a tempo. Mas não seria eu se não ficassem pelo menos 2 cartas em atraso por enviar. Pensei que teria tempo, mas como já disse, não foi bem assim. 

Resumindo, ainda tenho umas 7-8 prendas para despachar. Uma bebé de 5 meses, que tem uma mana mais velha e tudo o que veio desta (que é muito - por isso estou paralisada, não sei que lhe oferecer). Duas adolescentes que não conheço assim tão bem para saber quais os seus gostos - estou a ponderar fazer-lhes um kit para gelados a cada uma, ou um kit cinema. Sogros, irmã e sobrinhos (adultos). 

Para mim não espero nada. Mas sei que virá qualquer coisa de determinadas pessoas, como todos os anos. Houve mesmo pessoas a quem avisei que não queria nada (conheço as suas prendas "super pensadas para mim" dispenso mais coisas que só se acumulam por cá! a sério!). Pedi apenas uma prendinha simples ao marido, e já a recebi (entre nós não temos paciência para esperar pelo Natal se nos faz falta). 

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

A menos de uma semana do Natal


Dei-me conta hoje que daqui a 4 dias estaremos a festejar mais um Natal, e eu não creio que consiga ter a prenda da minha filha pronta... 

O pequenino que parecia ter melhorado, voltou a piorar e tivemos mesmo que ir ao antibiótico. Já está melhor, pelo menos até aqui, hoje ainda não fez febre. Mas precisamente esta noite, ficou a mana queixosa, com febre, dores e comichões. 

Tenho os dois filhotes doentes, o que significa que o tempo que me resta, para seja o que for, ainda ficou mais reduzido. Nem sair de casa para ir às compras posso (do dia a dia mesmo, já nem falo dos preparativos para o Natal), saio pela manhã para o trabalho e tenho que voltar a correr para o pai ou a tia irem para o trabalho também. 

Isto, este fim de ano não anda a correr nada bem, e para além do desgastante que é ter os miúdos doentes, ainda tenho um marido que tem uns nervos muito fraquinhos para estas situações. Parece que tenho 3 miúdos em casa.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

"I'm a Barbie girl..."

Tenho tido pouquíssimo tempo para estar online. Durante a manhã, enquanto trabalho, não tenho tempo ou hipótese de me ligar, depois venho para casa, e há sempre coisas a fazer. Só volto a ter tempo mais tarde, quando deito os miúdos, e como agora o pequeno exige a minha presença até adormecer, e isso demora, acabo muitas vezes por adormecer com ele. 

Quando consigo manter-me acordada, tenho passado o tempo praticamente todo a ver casas e móveis. Mas não são casas nem móveis normais, não! São as miniaturas maravilhosas que fazem para a Barbie ou outras bonequinhas, mas principalmente essas. 

Sabem aquele tutorial de que vos falei da casa? Pois bem, explorando mais um bocadinho dei-me conta que essa youtuber tem uma imensidão de vídeos com tutoriais para tudo e mais qualquer coisa da Barbie. Ando praticamente viciada nos vídeos. Passo mais tempo a vê-los, do que propriamente a avançar com a casinha da minha boneca (e aqui por boneca refiro-me à minha filha e não à boneca em si). 

Tenho andado a fazer a estrutura da casa. Já tenho o rés do chão, com a cozinha e a sala, praticamente terminado, e o 1º andar com a suite (quarto e wc) também já avançou um bom bocado. Falta-me fazer o grosso do 2º andar que será a lavandaria e o terraço. Vou tentar fazer logo alguns móveis básicos antes do Natal, e depois ir adicionando mais à medida que for conseguindo fazer. 

A ideia é ter a casa mais ou menos composta, para que se entenda que espaço é qual, até à véspera de Natal. Nessa noite quando colocar os miúdos para dormir monto a casa perto da árvore com um laço grande. Acho que vai delirar. Até aqui nem suspeita que a estou a fazer. E é tão difícil tentar esconder uma coisa tão grande. 

a nossa, em construção

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Destes dias #3


Quando passo mais tempo sem aparecer por cá, costuma significar que ando sem inspiração porque outras coisas vão acontecendo. Tantas vezes, no dia a dia, penso "tenho que escrever sobre isto, ou aquilo..." mas passam os dias e nada. Vou deixando passar em branco. Assim que hoje, deixo-vos um resumo do que tem sido por aqui... 

👍 Mudámos a cama do pequenino. Ainda dormia na cama de grades e já temos uma de solteiro para cada um. 

👎 Nesse mesmo dia voltou a adoecer, e ainda não passou uma noite inteira lá porque tem dormido connosco, pois as noites têm sido muito complicadas. 

👍 Já tivemos o jantar da empresa, em casa dos patrões, e os miúdos adoraram, principalmente ela, ficou muito feliz com uma das filhas deles e por ter trazido um saco de brinquedos para casa. 

👎 O meu espelho direito (do carro) caiu sem mais nem menos e tive que o trocar. 

👍 Consegui preparar a maior parte das prendas de Natal, e já enviei os postais e prendas que tinha que enviar por correio.

👍 Voltei a pegar na casinha de bonecas que estou a fazer para a miúda. 

 👎 Infelizmente ainda não consegui acabá-la. 

👍 Fomos passear à praia e apanhámos canas que deram à costa. Com as pequenas fizemos uma árvore de Natal, com as grandes pretendemos fazer uma teepee para os miúdos. 

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Preparando o Natal: Onde e com quem?


Enquanto éramos só nós os dois era fácil. Ele queria passar sempre com a família dele, e eu queria sempre passar com a minha. Mesmo depois de morarmos juntos, quando chegava a noite de 24 de Dezembro, cada um ia para o seu lado e nunca nos fez muita confusão. 

Quando engravidei, e depois tive a minha filha, uma das coisas que me preocupava era, como seria agora?! Quando temos filhos, e todos (ambos os lados) pretendem a companhia daquele novo ser pode ser complicado. Mas tentei descomplicar e depois de expor a minha ideia ao marido, ficou assente que o 1º ano dela (com 6 meses) seria passado em nossa casa, num ambiente mais calmo e familiar, em que pôde ir para a sua caminha à sua hora, etc. 

Até aqui só tínhamos tido um ano em que juntámos ambos os lados cá em casa, foi uma confusão do caraças, embora eu goste dos ajuntamentos. No primeiro ano pós filhos, cá em casa a nós só se juntaram os nossos pais, e uns tios da minha mãe que estavam sozinhos nessa noite. 

A minha irmã e cunhado passam sempre em casa por conta dos sogros dela (desde o ano passado, agora só o sogro), as minhas cunhadas passam em casa da mais velha com os pais, e os meus pais ora passam connosco ora com a minha irmã, ora em sua casa (que não é propriamente ao lado de nenhuma das nossas). 

Ficou assente que dai para a frente faríamos um ano em casa, um com o lado dele e um com o meu. Calhou em casa no ano que ela nasceu, e três anos depois também calhou em casa no ano em que ele nasceu. O que quer dizer que este ano é o lado dos meus. E vamos pois, passar a noite de 24 a casa da minha irmã, que tem lareira, e o Natal pede lareira não pede? 

Seremos 11. A minha irmã, marido e filhos, óbvio, os nossos pais, mais eu, marido e filhos e o sogro dela. Já está tudo combinado e decidido: os anfitriões metem as entradas e petiscos, os meus pais tratam do camarão, eu faço o jantar, sobremesa e mais uns miminhos e o sogro trata das bebidas. 

Agora só me falta escolher a sobremesa a fazer, comprar todos os ingredientes e deixar o que for possível preparado com antecedência. Dispenso correrias e surpresas desagradáveis. 
E por ai? Como vão os vossos preparativos para as festas?!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Preparando o Natal - Árvore de Natal


Gosto de me organizar para tudo e mais alguma coisa. Escrever planos e listas é o meu forte. Ainda assim isso não resolve o meu problema, chego sempre às vésperas do acontecimento com imenso por resolver. Sinto que ando sempre em constante esforço para chegar onde me propus. Este ano, estou a tentar ser mais persistente em riscar afazeres da minha lista - neste caso - a lista que antecede o Natal e tudo o que preciso preparar.

Comecei por querer comprar ou fazer novos itens de decoração para a nossa casa, depois desisti da ideia. Quando desmontei a árvore depois do Natal de 2014, desmanchei-a com um alicate para ter a certeza que não caia na tentação de a usar novamente. Era pequena, e eu queria uma maior, mas caia sempre na forretice de adiar a compra de uma grande, porque tinha aquela, que acabava sempre por servir.


Nem de propósito, quando a minha irmã e cunhado deram em limpar um armazém que têm, tiraram de lá uma grande, que iam jogar fora por terem duas. Claro que me fiz ao peixe e a trouxe para casa (sorte a minha lá ter ido nesse dia). Isto para dizer que as decorações que tínhamos para a árvore pequena não davam para encher a nossa nova árvore que tinha quase o dobro do tamanho.


Como temos a tradição de fazer um ornamento novo todos os anos, lá a vamos enchendo. Este ano comprei mais um set de bolas, azuis desta vez. Azul, vermelho e prateado são as nossas cores, e realmente tínhamos muitas mais das outras e poucas azuis.


Comprei também chocolates para a nossa árvore, nos mesmos tons. Estão meio escondidos para ver quanto tempo levam os miúdos a dar com eles. Depois temos pequenas coisas que nos são especiais: todos as adereços que fizemos na nossa tradição, e isso inclui pinheirinhos de feltro, pinhas pequenas pintadas com um laço vermelho, um anjo em tecido... ainda temos algumas coisinhas que foram oferecidas por amigos; mini anjinhos que brilham no escuro, um cavalinho de madeira, um pai natal de feltro, um floco de neve, etc.


Poderia encher a nossa árvore de uma só vez, mas acho que assim tem mais piada. A maior parte das coisas que vão lá parar têm mais significado. Este ano ainda não fizemos os nossos ornamentos (um por cada miúdo), mas está num dos dias do nosso calendário. No entanto, as ideias e sugestões são tantas que dá vontade de fazer tudo, embora o tempo para as fazer não estique.


E finalmente, depois de muitos anos a querer fazê-lo, lá me dignei a costurar uma saia para a nossa árvore. Não gosto de ver os pés despidos, então como deixei sempre passar a oportunidade de a fazer um e outro ano, fui tapando com um bocado de tecido à volta, e depois cobria com os embrulhos e a coisa ia assim.


Este ano, optei por não colocar prendas debaixo da árvore. 1º porque a minha gata adora comer laços e cordões e depois, claro, vomita-os nos lugares menos indicados. 2º porque já é um castigo manter o mini longe das bolas (e ainda assim andam sempre as mãozinhas a mandar algumas ao chão), quando mais mantê-lo longe das prendas. O que vou fazer, é meter todos de uma vez, na noite de 24 para 25, assim pela manhã quando se levantarem têm uma surpresa boa.

E a vossa árvore? Já está montada? Tem alguma história, algo especial só da vossa família?