É tempo de balanços

Olá olá!
Isto dos miúdos terem ficado ambos doentes, do infantário dele ter fechado para férias, das festividades e da nossa escapadinha mais a norte, manteve-me longe do meu (e dos vossos) blog(s). O mais irónico disto tudo, é que este tempo que consegui agora, enquanto escrevo neste momento, passado da uma da manhã, vem do meu pequenino, aqui ao meu lado com 38,7º C de febre, depois de ter acordado a vomitar.


Mas pronto, ao que interessa, que já tinha muitas saudades de escrever por cá... Após o Natal começa-se a pensar na passagem d'ano e a fazerem-se os balanços e retrospetivas do ano que termina. Começamos a fazer planos, a traçar objetivos, as tais das resoluções que durante Janeiro, Fevereiro e vá, com sorte até Março, seguimos religiosamente mas que inevitavelmente acabam por desvanecer com o decorrer dos meses. 

Eu, que sou moça de listas e listinhas, também gosto de traçar uma com certas coisas que gostaria de mudar. De ano para ano, noto como muitas delas continuam lá, que eu continuo a tentar (ou se calhar nem tanto) mudar certas coisas, certos hábitos. 

O ano passado optei por deixar passar à frente esta vontade de ter tudo escrito, tudo delineado, não fiz quaisquer resoluções. Apenas tinha em mente que queria(mos) colocar o mais novo na creche aos dois (que fez a meio do ano) e que gostaria de arranjar um part-time, no qual pudesse trabalhar só pelas manhãs. 

E foi isso, o ano terminou e vejo como as únicas duas coisas que queria que realmente acontecessem, aconteceram. Mas outras coisas boas e outras não tão boas também aconteceram pelo meio, e quando penso neste 2016 em termos de balanço, acho-o positivo. 

Então vejamos... como já referi, colocámos o miúdo na creche em Setembro, e correu muito bem, pois teve uma excelente adaptação. A parte má, foi ter começado a fazer febres semana sim, semana não, praticamente.

Em Junho voltei a trabalhar depois de alguns anos como "mãe a tempo inteiro". Voltei para o mesmo sítio, mas em regime de part-time que era o que eu pretendia. Inicialmente ofereceram-me um contrato de 3-6 meses, mas estou prestes a fazer 7 meses lá... passou tão depressa.

Avançámos com as obras da outra casa que estavam paradas há anos... literalmente. E que bem que soube ver como não era tanto assim o que faltava e que num piscar de olhos tudo ficou mais próximo de alcançar no que à mesma diz respeito.

A nossa relação enquanto casal foi posta à prova por diversas vezes durante este ano, e andou tremia a maior parte dele. E isso foi das piores coisas do ano que passou. Mas por outro lado também tentámos melhorar as coisas, e ter mais passeios em família. O marido até tirou férias, embora tenham sido uns 4-5 dias apenas, foram duas as vezes que o fez, e parecendo que não, faz toda a diferença.


Acabámos o ano a passear. Subimos até Celorico da Beira onde dormimos 3 noites, passeámos pela zona, pela Guarda, e subimos à Serra da Estrela. Ainda demos um saltinho a Coimbra para levar os miúdos ao Portugal dos Pequenitos... mas sobre isso falo mais tarde.

Para 2017 tenho vários planos e desejos. Desejo continuar a trabalhar onde estou que estou muito bem. Quero mudar-me para a outra casa antes do meio do ano, e para isso precisamos, como já falei num outro post, de colocar as loiças da casa de banho, e de montar a cozinha. Claro que também vamos precisar de limpar, pintar e isso tudo. Estou ansiosa pelo momento de começar a decorar.

Tenho, um mealheiro para as férias desde que voltei a trabalhar, e nestes últimos 6 meses correu muito bem. Usei-o para esta escapadinha dos 4 dias e deu para tudo à vontade e ainda sobrou. Voltou para o mealheiro, que espero conseguir encher ainda mais neste ano, para as próximas férias. Sim, porque para este ano, quero mais passeios, mais férias em família outra vez.

Quero continuar a destralhar mesmo que aos bocadinhos esta casa, para poder levar o mínimo de excesso para a outra quando for tempo de mudar. Quero dedicar mais tempo a mim mesma, para costurar que ficou tão aquém em 2016, comparando com os anos anteriores e com o que eu gostaria de ter feito. Quero ler mais, muito mais. Quero escrever mais no blog, e mais cartas também. Quero ser, no geral, mais organizada e cuidar mais da minha saúde e da minha imagem.

Acima de tudo isto porém, quero ver os meus filhos a crescerem felizes, e sorridentes como eles só. Quero ter mais tempo e mais paciência para me dedicar a eles, e quero muito, muito que sejamos uma família feliz, e unida.

Um grande 2017 para todos os que nos visitam também. 

Comentários

  1. Bom Ano! :) Este ano a única resolução que fiz foi a de estar mais presente no agora mas é complicado... ando sempre com a cabeça a mil. As miúdas também ficaram doentes e, infelizmente, ainda não consigo deixar de ficar bastante transtornada quando isso acontece. Cá em casa, quem mantém alguma calma é o meu namorado. 😅

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estar presente, e realmente presente é tb uma das minhas dificuldades. Aqui é mais o pequenito que anda sempre com as febres. Só para contrariar agr quem está doente sou eu, custa tanto estar doente e sozinha em casa com eles como estive no fds. Enfim... Bom ano para ti tb!!! Um beijinho

      Eliminar

Enviar um comentário